Elixir da juventude: conheça os segredos de beleza para uma pele mais jovem!

A nossa pele vai sofrendo profundas alterações década após década, sendo para cada intervalo de idade recomendado produtos de beleza muito diferentes. Cada gama de produtos aposta numa composição diferente para cada idade.

transferir

A função dos produtos de beleza em forma de sérum é semelhante à da manutenção das fundações. Aplicados na pele do rosto limpa e tonificada, e antes do creme diário, vão agir de forma direta e preparar a epiderme para receber os cuidados seguintes e a maquilhagem.

Os séruns surgiram no mercado na segunda metade dos anos 90 e, nessa altura, eram usados como combate de luxo aos sinais de envelhecimento. No entanto, um número crescente de mulheres começaram a adotá-los nos rituais de cuidado quotidiano. Uma após outra, todas as marcas de cosmética desenvolveram as suas versões, para serem utilizadas em conjunto com as linhas de tratamento, partilhando muitos dos componentes e princípios ativos.

CONCENTRAÇÃO E PROTEÇÃO

O que diferencia os cremes dos séruns é a maior presença, nos primeiros, de emolientes, ou seja de agentes consistentes e viscosos, ricos em lípidos e que proporcionam uma proteção contra as agressões exteriores. A apresentação também é diferente. Normalmente, para controlar a quantidade que é aplicada, são usados sistemas de conta-gotas e que impedem o ar de entrar nas embalagens, evitando a oxidação e a perda de qualidade.

O que falta aos séruns em suavidade e proteção eles compensam em concentração de ingredientes e, consequentemente, eficácia. Ao contrário dos cremes, possuem uma textura fluida e aquosa que ajuda a penetrar profundamente nas várias camadas da pele, agindo rapidamente e onde é mesmo preciso. Então por que motivo é necessário usar o creme em seguida? Pelos efeitos protetores atrás referidos e pela potenciação de eficácia. Às fundações do sérum junta-se o revestimento do creme para resultados bem mais visíveis do que a utilização em separado. É por isso que se desaconselha o uso de cremes e séruns de marcas e linhas de tratamento diferentes, uma vez que os princípios ativos podem ser incompatíveis e a emenda sair pior que o soneto, com reações cutâneas indesejáveis.

Tal como acontece com todos os produtos de beleza, antes de escolher um sérum é essencial determinar as necessidades e o estado da pele e investigar quais as opções disponíveis. Existe um vasto leque de opções, perfeitas para quase operar milagres em todas as situações: envelhecimento, manchas, rugas, fadiga, flacidez… E nunca se é muito novo para os usar, em especial quando a pele se ressente do stresse, exposição solar, exposição solar ou pouco descanso noturno.

Dado que estes soros são tão poderosos, alguns cosmetologistas aconselham a que não sejam utilizados todos os dias, pelo menos numa primeira fase. Três vezes por semana ou dia sim, dia não é o ritmo defendido pelos estes especialistas, até a pele dar sinais de que necessita de um cuidado diário.

CUIDADOS ANTI-FRIO

A descida das temperaturas leva a que a pelo do rosto e das mãos – as zonas do corpo mais expostas no outono e inverno – se ressinta. Alie-se ao frio o vento e os ambientes artificiais com ar condicionado e o resultado é uma epiderme desidratada e a gritar por socorro.

Para evitar a secura e as irritações existem alguns passos simples:

– Incluir na rotina de cuidados habituais (limpeza, tónico, sérum e hidratante) a exfoliação uma a três vezes por semana, dependendo do tipo de pele;

– Usar cremes com filtro solar, para evitar que a água evapore tão facilmente;

– Fazer uma máscara muito hidratante duas vezes por semana;

– Usar um creme especial para a zona do controlo dos olhos;

– Garantir a hidratação dos lábios, através de produtos hidratantes próprios;

– Evitar usar água muito quente ou muito fria na pele;

– Se a pele estiver sensibilizada e/ou vermelha, evitar o uso de produtos com fragrâncias e cores fortes.

– À noite, recarregue as defesas da pele com um cuidado de hidratação extra, aplicando um reparador celular para contrariar os danos provocados pelo frio durante todo o dia.

– Proteger as mãos com o uso de luvas e tratá-las com produtos próprios de exfoliação e hidratação;

– Cuidar da alimentação, com destaque para os níveis de água a repor no organismo. Consumir alimentos ricos em vitamina C, como citrinos e cenoura, dado que os poderes antioxidantes ajudam a epiderme a enfrentar as intempéries, para além de combater gripes e constipações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *