Com uns quilinhos a mais depois das férias? Saiba como adelgaçar em 13 passos

AAe6TYW

 

Nunca foi tão fácil adelgaçar. Sim, a árdua tarefa de ter um corpo mais delgado não é tão árdua assim e existem várias formas de o fazer e sem grande esforço.

Parece impossível, mas é a pura realidade: com uma rotina certa, alguns truques e pequenos hábitos é possível ter um corpo mais delgado e dizer adeus a alguns quilos extra. Para comprová-lo, o El País listou os 13 melhores truques.

Mascar uma pastilha entre refeições – o efeito da pastilha elástica na regulação do apetite foi cientificamente provado em várias investigações britânicas. Afinal, é mesmo possível enganar a fome mascando algumas chicletes entre refeições.

Beber água antes de comer – um ou dois copos de água momentos antes de iniciar uma refeição é uma forma eficaz de reduzir o apetite e, com isso, comer menos.

Comer um bom pequeno-almoço – reforçado e nutritivo: são estes os dois principais requisitos de um pequeno-almoço, a refeição considerada mais importante e que dita a predisposição para uma pessoa comer ao longo do dia.

Servir as refeições em pratos pequenos – é verdade que os olhos comem mais do que a barriga e comer num prato pequeno (que se enche com mais facilidade) é um dos truques mais eficazes.

Mastigar bem e devagar – comer depressa nunca foi a solução. Para que a informação de saciedade chegue ao cérebro é importante que cada garfada seja mastigada pausadamente.

Comer sem distrações – seja um livro, a televisão, o telemóvel, o tablet. Na hora das refeições é importante que toda as atenções estejam centradas naquilo que se está a comer, como revela um estudo da Universidade de Illinois, que defende que as pessoas que fazem as refeições em frente à televisão tendem a comer pior.

Ir cedo para a cama – a regra é simples: quantas mais horas uma pessoa está acordada, mais come. E não há como enganar as necessidades do corpo. Adotar uma rotina de sono que permita o corpo descansar é fundamental para que o cansaço não provoque fome ou escolhas menos indicadas.

Dormir bem – além de trazer graves consequências para a saúde, dormir mal é uma das causas das escolhas menos saudáveis e das refeições com doses mais exageradas. Diz uma investigação da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, que a falta de sono altera algumas hormonas que ajudam a decidir o que comer, acabando por ser feitas opções menos corretas e mais calóricas.

Dormir num quarto fresco – além de ser agradável, baixar a temperatura do corpo durante o sono vai fazer com que o organismo trabalhe mais e gaste mais energia, o que leva a uma perda de peso.

Tomar duches de água fria – mais uma vez, a temperatura. A água fria no corpo dá energia e obriga o organismo a um esforço extra para regular a temperatura, mas enquanto o faz vai queimando calorias.

Apostar na vitamina D – comer gema de ovo, salmão, sardinhas ou exposição ao sol são algumas das formas de obter esta vitamina conhecida por acelerar o metabolismo, condição que faz com que se perca peso.

Fazer o amor… muitas vezes – e junta-se o útil ao agradável: o prazer à perda de peso, como indica um estudo de 2013, que revela que o ato sexual ajuda a perder cerca de 85 calorias.

E claro, fazer exercício – e como não existem milagres, a perda de peso necessita de uma vida ativa. A prática de exercício físico moderado de forma regular é uma das maneiras mais eficazes de dizer adeus aos quilos extra.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *